03/01/2010

Nascimento da Horda - By Aranius

Créditos: Portal WOW


A história da Horda surge de uma organização que durou várias décadas e que tomou várias formas. Nos anos iniciais da Horda, ela existia como uma feroz máquina de guerra abastecida com energia demoníaca. No passado a Horda era formada principalmente de Orcs, mas também de Trolls da Floresta, Ogros, Goblins e Death Knights Undeads. Ela foi criada através da manipulação da Burning Legion, em particular, de Kil'jaeden o Enganador, para agir como um pupilo para seu mestre demônio e agir sem questionamentos. Nos tempos modernos, ela ficou relativamente pacífica e agora é formada por Orcs, pelos Trolls Darkspear, Taurens, Forsakens, Blood Elves, pelos Ogros Stonemaul e finalmente pelos Goblins de Kezan.

A maior vitória militar da Horda foi a destruição do Reino de Azeroth na Primeira Guerra. Eles foram derrotados na Segunda Guerra, ficando com seus Orcs sobreviventes presos em campos de concentração, e seus aliados indo para caminhos diferentes. A liberação dos Orcs desses campos e com a eventual libertação do controle demoníaco, marcou o início da Horda moderna.


  1. O Nascimento da Horda
  2. Primeira Guerra
  3. Segunda Guerra
  4. Anos de Concentração
  5. Terceira Guerra
  6. Anos Recentes

Então fiquem ligados, toda terça sai um capítulo novo, fiquem agora com o primeiro capítulo.

Nascimento da Horda

Os pacíficos clãs de Orcs de Draenor, foram transformados na feroz Horda, através de maquinações da Burning Legion que queriam destruir os draeneis.

A história da Horda começa em Hellfire, quando o shaman Ner'zhul foi

Kil'jaeden e Ner'zul
Kil'jaeden e Ner'zhul

contactado por um ser de outro plano chamado Kil'jaeden. Ner'zhul foi enganado (igual os elfos da noite) em acreditar que Kil'jaeden era um espírito. Apesar de ter dedicado muito de sua vida ao balanceamento e a natureza, Ner'zhul foi ludibriado pelas tentações de poder do demônio e foi convencido de abandonar seus ensinamentos em favor de um novo caminho: o dos warlocks. As consequências foram terríveis. Assim que aprendeu o básico da manipulação dessa nova mágica infernal, sua fama cresceu. Outros logo abandonaram os caminhos antigos para seguirem esse novo caminho, um caminho bem mais rápido para a manipulação do mundo natural.

Levou muitos anos para Ner'zhul perceber seu erro. Nessa época ele já tinha convencido muitos a seguirem esse caminho negro, e os orcs travavam uma guerra contra os draeneis. Ner'zhul ajudou nos primeiros esforços para unir a Horda em uma unidade colaborativa, mas quando ele viu o que sua raça tinha se tornado – e o que ela ainda iria se tornar – ele rejeitou Kil'jaeden. Se negou a convencer os orcs a beber sangue de demônios. Kil'jaeden, furioso, encontrou um novo peão em Gul'dan, um dos aprendizes mais fortes de Ner'zhul, que não compartilhava de nenhuma honra ou compaixão de seu mestre. Onde Ner'zhul tinha ficado com um pé atrás por um sentimento de desconfiança e culpa, Gul'dan foi ambicioso e ganancioso, e isso permitiu que ele crescesse e ficasse ainda mais poderoso e cruel que seu mestre. Ele virou o instrumento de destruição de Kil'jaeden em Draenor, levando a recém formada Horda a um nível de brutalidade nunca vista nem prevista antes, concebida pela raça Orc. Ele não teve o remorso de Ner'zhul, e convenceu outros orcs a beberem o sangue do pit lord demônio, Mannoroth o Destruídor, que irreversivelmente contaminava os orcs que o consumia.

Os Orcs, tradicionais "pais" da Horda, dizimaram as poucas criaturas diferentes deles no mundo e começaram a lutar entre si; neste ponto, a única raça que eles poderiam chamar de aliados eram os ogros. Neste ponto, só existiam os ogros de uma-cabeça – fortes, guerreiros de mentes simples que serviram pouco mais do que como tanques de guerras para os Orcs, quando eles assaltavam e conquistavam.

Com a raiva fortalecida pelo sangue demoníaco, os orcs facilmente superaram os draeneis. Os seguidos assassinatos uniram os orcs sobre um manto único pela primeira vez; e assim, a Horda nascia. Gul'dan continuou a influenciar a Horda pelas linhas de lado, mas ele ainda queria mais poder e influência. Para esse fim, com a ajuda de Kil'jaeden, ele fundou o pavoroso Shadow Council (Conselho das Sombras). O Shadow Council foi uma coleção dos mais perigosos warlocks que a Horda poderia oferecer. Unidos, esses warlocks viram que era fácil enganar os Orcs da Horda – tanto peões como líderes. A grandiosa superioridade da Horda nunca nem mesmo soube da existência do Shadow Council, e o segredo de sua existência foi a maior força do Council.

Gul'dan, líder do Shadow Council
Gul'dan, líder do Shadow Council

Kil'jaeden, agora satisfeito com os orcs, cortou todo o contato que tinha com eles e Gul'dan. Sem inimigos significantes para lutar, os Orcs voltaram-se um contra os outros. Gul'dan percebeu que a menos que ele encontrasse um novo inimigo para a Horda, ela seria consumida por ela própria. Logo depois disso, Gul'dan foi contactado por um poderoso ser conhecido como Medivh, um mago humano possuído, oferecendo um mundo chamado Azeroth que já estava pronto para a colheita. Medivh até criou um Dark Portal (Portal Negro) conectando os dois mundos. Gul'dan controlou os Orcs para que eles trouxessem seus exércitos, a agora massiva-Horda, para o portal. A construção e uso do primeiro Dark Portal marcou o início da invasão da Horda em Azeroth, e esse é também o início da Primeira Guerra.

Alguns historiadores tem registros que Blackhand teria sido eleito o Warchief da Horda nessa época, mas o verdadeiro poder estava nas mãos de Gul'dan e do seu Shadow Council. Outros historiadores dizem que ele se tornou Warchief após passar pelo Dark Portal.

Os Forsakens não existiam nessa época, e os meio-ogros nem sequer eram conhecidos. Antes da chegada da Horda em Kalimdor, os nômades Taurens lutavam em uma guerra virtual eterna contra os centauros, vivendo seu dia-a-dia de campo em campo. Mais shamans ainda que os Orcs antes da corrupção, os Taurens reverenciavam a natureza; esse fato permitia que eles mantivessem um certo nível de paz com os elfos da noite, que raramente apareciam. Os elfos da noite e os taurens sabiam um da existência do outro, mas simplesmente mantinham distância um dos outros sem guerra ou comércio. Os trolls, no entanto, não eram tão amáveis com os elfos da noite, assim como ainda não são. Os trolls da floresta da parte norte de Azeroth, liderados pelo poderoso Zul'jin, gastavam muito de sua vida atacando so elfos de Quel'Thalas. Uma vez, esses trolls atacaram os elfos diretamente, mas a força combinada dos elfos e dos humanos deixou os trolls da floresta com uma mera fração de sua força e poder. Os Trolls da tribo Darkspear, viviam em nas Brokens Isles, uma ilha perto do Maelstrom, praticando sua antiga variedade de vudu canibalístico e xamanismo corrompido. A tribo dos Darkspear tinham poucos inimigos; eles lutavam com murlocs em certas ocasiões e talvez contra um elfo da noite aqui e ali, mas no geral esses trolls eram bem reclusos e tinham muito pouco contato com o resto do mundo.

0 comentários:

Obrigado por contribuir com seu comentário, a Equipe WOWMestre agradece!

Postagens populares

;