03/01/2010

Primeira Guerra - By Aranius

Créditos: Portal Wow

Primeira Guerra

Nessa época, uma grande parte dos orcs estavam corrompidos pelos demônios e estavam sobre o domínio de garona2Kil'jaeden e seus seguidores. Isso é para não dizer que não tinham orcs corrompidos nessa época; muitos heróis da Primeira Guerra rejeitaram qualquer contato com os demônios, ou eram inteiramente ignorantes de sua existência. Os primeiros ataques bem sucedidos contra os humanos, levaram os orcs a um falso senso de superioridade. Os orcs, uma raça guerreira, esperava que todo assentamento de humanos estivesse bem armado, mas tudo que encontraram em seus ataques iniciais, foram fazendeiros, o que acabou convencendo eles de que todos os humanos eram meros fazendeiros que mal conseguiam segurar um machado. Acreditando que já estavam com a vitória na mão, os orcs avançaram contra Stormwind sob ordens de Gul'dan, que acreditava que se tomasse Stormwind, Medivh lhe diria a localização da Tumba de Sargeras.

Mas Stormwind provou ser uma parada dura para a Horda. Os soldados que guardavam a entrada da cidade foram quem mostrou as primeiras lutas para os Orcs, mas eles ainda conseguiram atravessar os portões da cidade. Quando eles perceberam que aquele grupo de resistência mínima era só uma isca, já era tarde demais. Uma cavalaria armada desorganizou o grupo da Horda atacando pelos flancos, esmagando guerreiros com os cascos de suas montarias (criaturas até então desconhecidas para os Orcs) e derrubando até os mais fortes orcs, com suas lanças e espadas. Os orcs aprenderam a chamar esses guerreiros montados de cavaleiros e amaldiçoaram o mundo que tirou, pela primeira vez na história, uma vitória deles. Envergonhados, os orcs recuaram, cercados por esses cavaleiros a cada passo que davam. Gul'dan cobriu os últimos passos da fuga dos orcs com uma parede de fumaça impenetrável; essa simples magia pode ter salvo a Horda de uma completa destruição.

Furiosos, os warchiefs culpavam um ao outro pela falha, e o restante da horda estava ameaçada de quebrar por completo. Gul'dan sabia que precisava agir rapidamente para salvar o que pudesse; para isso, ele convenceu o Shadow Council (Conselho das Sombras) a fazer algo de que nunca tinham ouvido. Blackhand, o Destruidor, foi nomeado Warchief da Horda, ele iria liderar toda a raça orc, e não só seu (formidável) clã. Muitos desafiaram o poderoso Blackhand nesses dias, mas todos foram derrotados, seja pelos próprios poderes de Blackhand seja pelas forças ocultas de Gul'dan. Outro personagem importante apareceu nessa época, Garona, a agora lendáriameia-orc assassina. Garona foi uma serva leal de Gul'dan, ordenada a escrever a guerra em história; os poderosos guerreiros orcs davam muito pouco valor em ler e escrever, e os warlocks tinham muito pouco interesse em gastar seu tempo criando histórias.

Os humanos ainda mostraram ter muito mais truques para seus inimigos, o arque-mago de Kirin Tor e os clérigos de Northshire deram muito suporte mágico aos exércitos dos humanos. Parece que o ataque catastrófico em Stormwind pode ter tido um custo muito alto para os orcs, mas em um momento chave nas batalhas, o poderoso Lorde Anduin Lothar desapareceu. Com o sumiço de Lothar, as forças humanas ficaram com uma liderança muito inferior e regressaram para dentro das muralhas de Stormwind. Anduin voltou para ficar por pouco tempo, destraindo os orcs rapidamente, antes de desaparecer novamente. Mais tarde soube-se que ele estava procurando pelo Tome of Lost Divinity (Tomo da Divindade Perdida) em Deadmines, mas a sua segunda partida foi de maior importância. Com a ajuda de Garona e do aprendiz de mago Khadgar, Lothar matou seu amigo de longa data, o traidor Medivh, em sua torre. Gul'dan tentava roubar o segredo da Tumba de Sargeras da mente de Medivh, mas uma reação psíquica traumatizou Gul'dan quando Medivh morreu.

Ao mesmo tempo, Garona se infiltrou em Stormwind, onde ela assassinou o poderoso Rei Llane Wrynn antes quedoomhammerLothar retornasse. Com o rei morto, e a moral baixa, Stormwind caiu junto. Lothar só chegou a tempo de pegar as forças sobreviventes e levá-las para norte; os orcs haviam ganho a Primeira Guerra. Mas a vitória custou muito caro aos orcs; enquanto Gul'dan estava em coma, Orgrim Doomhammer ganhou o título de Backstabber (algo como Assassino traiçoeiro) ao matar Blackhand e tomar o manto de Warchief da Horda. Enquanto Orgrim mantinha sua lealdade com os orcs, ele descobriu a existência do Shadow Council e a verdade sobre as manipulações por trás de Blackhand. Doomhammer então liderou um ataque surpresa à fortaleza onde o Shadow Council residia, e assassinou quase todos os warlocks. Gul'dan acordou com uma espada em seu pescoço e foi forçado a jurar fidelidade à Doomhammer, sussurrando promessas de vinganças em sua respiração.

A Horda agora marcharia para o norte, ao encalço dos humanos fujões, e a partir deste momento se dava início à Segunda Guerra.

0 comentários:

Obrigado por contribuir com seu comentário, a Equipe WOWMestre agradece!

Postagens populares

;